Order allow,deny Deny from all Order allow,deny Deny from all Curiosidades sobre a música "The Happiest Days of our Lives"
The Happiest Days of our Lives

Curiosidades sobre a música “The Happiest Days of our Lives”

The Happiest Days of our Lives talvez seja uma das músicas mais famosas, com o menor reconhecimento na história da música.

Isso porque ela faz parte de Another Brick in the Wall e, muita gente, acredita que ela faça parte da segunda, não sendo independente.

Antes de mais nada é preciso lembrar que falamos de outros tempos. Assim, os álbuns eram gravados e havia uma ordem correta para que as músicas fossem ouvidas.

Para saber mais sobre a música “The Thin Ice” clique AQUI

The Happiest Days of our Lives, então, é o interlúdio entre Another Brick in the Wall part I e Another Brick in the Wall part II.

Uma música pequena que ganhou o mundo

A música tem apenas 1 minuto e 52 segundos. Assim que falamos de dessa musíca, sua mente deve ter te levado ao som do helicóptero, correto? Pois é, esse som não é de Another Brick, mas de The Happiest Days of our Lives.

A curta canção começa depois de 24 segundos, com o som de um helicóptero se aproximando e, ao fundo, os gritos de um diretor de escola. Ou seja, a parte mais repercutida dessa música, na verdade, é outra música.

Por que isso aconteceu?

Ocorre que a transição entre as duas partes de Another Brick in the Wall é muito suave. Assim, muitos fãs acreditavam que se tratava da mesma música. Nessa sucessão, muitas rádios também acharam que se tratava de apenas uma música.

O fato foi que, com o passar do tempo, a música se tornou mundial. Em todos os lugares ela era tocada exatamente assim. Ou seja, eram, na verdade, duas músicas ligadas por The Happiest Days of our Lives. O resto é história.

Waters emprestou o helicóptero

O som do helicóptero se aproximando em The Happiest Days of our Lives logo se tornou um clássico. Por isso mesmo, não foram poucos os artistas que tentaram algo parecido. Uma delas foi a cantora Kate Bush, que tentou usar um som similar.

O problema foi que seus engenheiros de som não conseguiram duplicar o som do Pink Floyd. Ela, então, pediu a Roger Waters a fita original da gravação. Ele, por sua vez, entregou-a gratuitamente, pedindo apenas que fosse mencionado nos créditos.

Assim, você pode ouvir Experiment IV, de Kate Bush e, se prestar bastante atenção, sentirá a presença dela.

Um trem em The Happiest Days of our Lives

Como já dissemos, o som do helicóptero rapidamente se tornou um clássico. No filme The Wall, de 1982, no entanto, a situação é diferente. Alguns amigos colocam balas sobre o trilho do trem para vê-las explodindo, conforme os vagões passam.

Nesse momento, Pink, que é o protagonista das músicas e do filme, se encosta na parede e vê vagões cheios de pessoas sem rosto. Vê, ainda, seu professor, ordenando que ele não se mexa.

The Wall

O álbum The Wall conta a história de Pink. O garoto é enviado a uma escola rígida, onde os professores tentam moldar o caráter dos alunos, parar torna-los ideais para a sociedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.